quarta-feira, 29 de junho de 2011

Você sabe o que é vida extratarrestre? O que a Bíblia nos diz?


O texto aqui exposto é extenso, mas de grande conteúdo para os questionadores. Foi retirado de um blog sobre notícias cristãs, cujo os creditos darei no final. Seu conteúdo, referencias bíblicas e ideias foram aprofundadas por mim, para o melhor esclarecimento do assunto. Mostrando evidências dos que acreditam e dos que não acreditam.

Sabemos que existe muito (esbanjadamente) sobre este assunto na internet, um pouco nas rodas de amigos, e quase nada nas igrejas e grupos cristãos. Porém não deixa de ser um assunto importante, já que vivemos em um lugar chamado Terra, cujo planeta está flutuando num lugar imensamente grande chamado universo, criado por um Deus de infinita sabedoria.
Mas, nós cristãos, temos a vantagem de ter a Bíblia como guia e manual da fé. Poderíamos então encontrar nela fragmentos de textos que afirmem, relatem ou neguem a existência de tais criaturas, chamadas popularmente de ET's?
Pois não só existem os que acreditam em vida fora da Terra, como também os que não acreditam em hipótese alguma, ambos com argumentos bem coerentes. A priore vamos ver o que temos de textos bíblicos para comentar sobre o assunto.

#O Autor do Universo.

No princípio Deus criou os céus e a terra (Gênesis 1:1), logo, Deus não pertence a este mundo.
* A Trindade, portanto, é apresentada pelas Escrituras como eterna, sem princípio nem fim e não está incluída entre as inteligências criadas, mas sim criadoras.
* A localização do trono de Deus no Universo é muito indefinida, e é referida apenas como Céu, ou Terceiro Céu, quando Paulo escreve: Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar. (II Coríntios 12:2). Logo, vemos que mesmo sendo indefinida a sua localização, o Céu foi um lugar assecível para poucos antes da morte, quando foram arrebatados vivos, como o caso de Enoque e Elias.
* A comunicação da Divindade com os seres humanos tem sido abundante ao longo da História da humanidade, bem como as visitas de anjos à Terra, como quando profetas eram visitados, e os mesmos traziam respostas do alto trono de Deus, ou quando auxiliavam diretamente em guerras.
E de modo mais prático e inquestionável, sabemos que a maior dessas visitas não foi feita por um anjo, mas sim, pelo Filho de Deus, Jesus, que é a suprema revelação de Deus em forma humana, nos mostrando que é possível estar mais perto do Plano Divino da Salvação para os homens.

#Criaturas Espirituais - Anjos e Demônios.

* Nos informa a Bíblia que os anjos são espíritos ministradores
Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação? (Hebreus 1:14).
* Os anjos já existiam antes de os seres humanos serem criados.
* Os anjos não possuem gênero sexual e nem infantil.
* Os seres humanos que se foram, não se tornaram anjos, mas sim um espírito vivente fora de seu corpo, seja no céu ou no inferno (depende do caminho que você escolher), ou seja, anjo é uma criatura diferente do ser-humano, nem melhor, nem pior.
* Anjos não devem ser adorados, rogados e cutuados.
* E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida. (Gênesis 3: 24). A entrada do Jardim do Éden foi lacrada e guardada por anjos após a queda do ser-humano no pecado. Fica claro, então, que os anjos não são “almas” de humanos mortos, pois são mencionados pela Bíblia antes mesmo de ter havido a primeira morte.
* O próprio Lúcifer pertencia a classe de anjo, antes de rebelar-se no Céu, sendo expulso para habitar nas trevas junto com os que ele arrastou de lá.
* O demônio seus "anjos" estão soltos no mundo, mas terão seu fim, no dia do Armagedom, quando Jesus e seu exército onde pela justiça divina, derrotará o inimigo, jogando satanás e todo o inferno no lago de fogo para o sofrimento eterno.

#Criaturas indefinidas.

* Além da Divindade e dos anjos, a Bíblia ainda menciona outros seres que não pertencem ao nosso planeta.
E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles. Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela. (Jó 1:6 e 7). O lugar de reunião não era a Terra, pois Satanás vinha de lá, e seres humanos não têm acesso ao Céu. Pois então, quem eram os filhos de Deus mencionados no verso 6? Mas este texto tem a explicação da maioria dos pesquisadores e teólogos, dizendo que estes filhos de Deus nada mais são do que anjos pois é comum, no Antigo Testamento, eles receberem este título. Por isso a Bíblia não é de interpretação pessoal, mas de uma única interpretação. Mas o mistério não para por ai.
* Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos Céus e na Terra toma o nome(...) (Efésios 3:14-15) Note que diz “toda a família nos Céus e na Terra, tomam o nome do Pai, seriam essas famílias, civilizações espalhadas pelo universo que servem ao nosso mesmo Deus? Ou seria a família celestial, os anjos?

#Outros Mundos. 

* O famoso texto que explica a nossa redentora Fé em Hebreus 11, nos mostra o seguinte texto: Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Porque por ela os antigos alcançaram testemunho. Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente. Note que o autor fala mundos e não planetas, a palavra mundo é usada por nós para definir um lugar dominado por algum tipo de cultura ou sociedade. A Terra é um planeta, porém também é um mundo, o mundo ou o lugar dos seres-humanos e animais. Teria Deus, criado mundos cujo o relacionamento é mais intimo do que o nosso? Onde os respectivos seres não se renderam à desobediência?
A ovelha perdida, seria não só aquele que esquece-se de Deus, mas toda a raça humana terrestre? Onde Deus por amor a nossa espécie, mandou seu filho para a remissão dos pecados, planejando assim a única forma de salvação para nós? Não seria interessante saber que Deus, dentre tantas outras civilizações extraterrestres obedientes, nos amou e se preocupou tanto conosco que enviou seu único e primogênito filho dentre os mortos que ressuscitou como prova de amor, perdão e único caminho a seguir?

Porém, estas são suposições, embora que façam algum sentido, não podem ser levadas para nós, cristãos, como regra e doutrina bíblica, até porque nada está claro perante as Escrituras Sagradas.

#Quanto as evidências da NÃO exisência?

E é por esta inconsistência do tema na Bíblia, que existem os que não acreditam na criação de Deus em outros mundos com civilizações inteligentes. E o argumento é simples, e também incrivelmente coerente.
Vejamos o texto a seguir.

E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. (...) E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. (Gênesis 6: 1-3, 5).

O argumento baseia-se no simples fato de que o homem, no plano original de Deus, deveria viver eternamente, livre do pecado, consequentemente livre da morte. A imensidão do universo, com suas bilhões e bilhões de estrelas, e seus milhares de planetas hoje inabitados, seriam o lar dos seres humanos que se multiplicariam, ja que a terra não comportaria espaço para tantos seres humanos que não morriam, desenvolvendo assim tecnologia muito superior a atual, para viajar entre os planetas e habitá-los, colonizando em fim, todo o universo, feito exclusivamente para o homem e seus descendentes, ou seja, não existindo a necessidade de vida extraterrestre.
Porém o homem vive hoje a realidade de viver e morrer, e está limitado a Terra como único lar a ser vivido, tendo como castigo apenas admirar o universo e sua imensidão, não podendo mais colonizá-lo e aproveitar a obra completa do Deus Criador.
Isso tem tanta lógica, que hoje, vemos o esforço humano para desvendar o universo, criando tecnologia por cima de tecnologia, quem sabe isto não seja o desejo primitivo posto por Deus no homem, e que hoje, sentimos esta curiosidade pelo desconhecido universo.

Eu torço para que este argumento seja a peça faltante nesse quebra-cabeça que é a vida. Porém, coloquemos os pés no chão, pois pequeno como sou, um mero grão de areia comparado a imensidão celeste, que só estou vivo pela misericórdia do Deus vivo que me ama, penso que não cabe a mim e nem a nós arrancarmos os cabelos, em busca de respostas. Afinal vivemos o que já foi feito, e estabelecido pelas consequências dos nossos antepassados. E pelo que sabemos até agora, não podemos voltar no tempo e concertar.
Mas uma coisa podemos fazer, e isto com muita pressa, que é buscar mais a Deus e seus planos, pois é Ele quem está sempre conosco, esteve no princípio e estará até o fim dos tempos, se assim de coração o buscarmos.

Fonte de pesquisa: http://amp746.wordpress.com/ (texto alterado com base em meus argumentos e referencias bíblicas).

Aquele grande abraço e até a próxima!

Nenhum comentário: