sábado, 22 de junho de 2013

1 minuto da minha opinião sobre a "CURA GAY"

Antes de tudo:
- O projeto não é do Dep. Feliciano;
- Feliciano não vota para aprovação, pois é presidente, apenas conduz a ordem da sessão;
- A mídia foi quem nomeou assim o projeto. Onde o mesmo não trata o homossexualismo como doença, mas de os psicólogos terem liberdade de atender quem se sente desconfortável com sua orientação sexual, seja para um lado, como para ou outro - se é que me entendem...

Em meio a Copa e Manifestações, ainda bem que nós evangelicos não estamos sendo também atacados como se fossemos "Mini-Felicianos".
5 situações que não podem acontecer com a temática do homossexualismo - não espero a sua concordância, irmão, mas é a minha opnião, baseado não nos 2000 anos de Cristianismo - que foi, e é meio bagunçado -, mas nos 3 anos de ministério de de Cristo:

1. Não se impõe nada a ninguém, as escolhas existem, e devem ser respeitadas.
2. Vinde a mim, foi o que disse Jesus, e não, saiam daqui. Homossexuais também habitantes desse lugar
chamado Terra.
3. Dai a Cesar o que é de Cesar, e a Deus o que é de Deus. Qual a relação que o Cristianismo tem com o Estado, em que o fim pode ser saudável? Não confundamos Espiritualidade com Cidadania. Espiritualidade é escolha, Cidadania é direito e dever.
4. Como cristão, acredito no céu e no inferno, estou condicionado a eles pois assim decidi, assim escolho o meu destino. Os não cristãos estão condicionados apenas a vida terrena, pois assim escolheram. Ou seja, apregoar "a cura" gay sem por espiritualidade no meio, sem apresentar as propostas de Jesus Cristo, é o mesmo que enxugar gelo. Lembrando que ainda assim, esse tema deve estar sujeito as afirmações 1, 2 e 3.

Se quiser opinar, fique a vontade.
Acredito que depois dessa serei um pouco mais respeitado por algumas pessoas, mas ainda não é essa a minha intenção, existe ainda o fator 5:

5. Se Céu e Inferno é importante para homossexuais, ou qualquer outra pessoa, eles devem estar
condicionados ao que a fonte diz. E não há outro local em que se escancara mais esses locais espirituais do que a Bíblia. Não faria sentido algum, ir á um local desconhecido sem consultar o mapa. Como também não faz sentido nenhum se ofender caso alguém diga que você PODERÁ ir à algum lugar, se vc acredita que o mesmo não exista. A bíblia fala dos ímpios, e dos justos, se você não crer em nada disso, pra q se meter no assunto? Feliciano é só mais um - dos tantos que surgiram nesses 2000 anos de cristianismo, que eu não gosto muito de lembrar - que está trabalhando com o que tem, infelizmente é muito mal interpretado pelo povo - que é manobrado pela mídia. Vamos à fonte.

E PRA VOCÊ QUE NÃO GOSTA DE LER:


Facilitei ou compliquei pra você?